Cerro Cora

Cerro Cora, 4 a 5 de outubro de 2011.

Martin e Catarina seguiram viagem conosco para Concepcion, no caminho encontramos lindas paisagens de rochedos enormes no meio dos campos e lembramos que próximo dali tinha o Parque Nacional de Cerro Cora. Pensamos em ficar ali para conhecer, pois tinha uma área para camping. O parque não tem uma boa estrutura, o que nos fez gostar muito, pois acampamos em uma clareira em que a única luz que se via era a da lua e da fogueira. Curtimos algumas cervejas, o Julio no violão, e o som de todos os animais que estavam ao nosso redor, sabe-se lá que tipo. Aproveitamos todos para contar as historias de nossas vidas e o que nos levou até aquele lugar um tanto inóspito. Foi uma noite muito agradável.

 

Parada no caminho de Cerro Cora

 

No dia seguinte fomos fazer a trilha para conhecer o Cerro Cora. Era pra ser em torno de 5 km, uma trilha bem curta, plana e aparentemente sem nenhuma dificuldade, se não fosse o sol escaldante e um calor de 40 graus. Parecia que cada passo era uma eternidade, cada gota de água que tínhamos no corpo estava evaporando. E por fim chegamos ao fim da trilha… no asfalto. Simplesmente não encontramos o mirante. Estávamos sem muitas energias para pensar em voltar e a uns 4 km da entrada do parque. Pegamos uma carona. Os caroneiros paraguaios se surpreenderam de estarmos aqui fazendo turismo em seu país. Um deles, muito cômico, não parava de rir por estarmos achando a região bonita. Como dizia Leonardo da Vinci, a beleza está nos olhos de quem vê.

 

Linda surpresa na trilha!

 

A procura dos cerros

Anúncios